• SÃO PAULO • 24 de abril DE 2011 • ANO 35 • Lt. 04 • Nº 30 •A

DOMINGO DA RESSURREIÇÃO

6º Aniversário do início do pontificado do Papa Bento XVI

Anim. Irmãos e irmãs, despontou o dia da nossa salvação. O terceiro dia depois da morte de Cristo encerra o Tríduo Pascal e estabelece, para sempre, o Do­mingo como o Dia do Senhor. A morte foi vencida, o Cordeiro está res­suscitado. Um canto novo de aleluia pascal brota de nossos corações e ecoa por meio da liturgia mais solene de todo o Ano litúrgico. É nesse clima de alegria que agradecemos a Deus pelo 6º aniversário do ponti­ficado do Papa Bento XVI e rezamos para que Deus o proteja e o ilumine no seu fecundo ministério petrino.

1. ABERTURA (cd xvi – Fx 1)

Antífona: Na verdade, o Cristo ressuscitou, aleluia!

Refrão: A Ele o poder e a glória pelos séculos eternos!

1. Senhor, vós me sondais e conheceis, * sabeis quando me sento ou me levanto.

2. Percebeis quando me deito e quando eu ando, * os meus caminhos vos são todos conhecidos.

3. Por detrás e pela frente me envolveis, * pusestes sobre mim a vossa mão.

4. Esta verdade é por demais maravilhosa, * é tão sublime que não posso compreendê-la.

 

2. SAUDAÇÃO

P. Em nome do Pai, e do Filho e do Espírito Santo.

T. Amém.

P. A graça e a paz de Deus, nosso Pai, e de Jesus Cristo, nosso Senhor, estejam convosco.

T. Bendito seja Deus que nos reuniu no amor de Cristo.

3. ATO PENITENCIAL (com aspersão)

(MR p. 1001)

P. Irmãos e irmãs em Cristo, invoquemos o Senhor nosso Deus para que se digne abençoar esta água que vai ser aspergida sobre nós, recordando o nosso batismo. Que ele se digne ajudar-nos para permanecermos fiéis ao Espírito que recebemos.

(Silêncio)

P. Senhor nosso Deus, velai sobre o vosso povo e, ao celebrarmos as maravilhas da nossa criação e a maravilha ainda maior de nossa redenção, dignai-vos abençoai V  esta água. Fostes vós que a criastes pa­ra fecundar a terra, para lavar nossos corpos e refazer nossas for­ças. Também a fizestes instru­mento da vossa misericórdia: por ela liber­tastes o vosso povo do cativeiro e aplacastes no deserto a sua sede; por ela os profetas anunciaram a no­va aliança que era vosso desejo con­cluir com os seres humanos; por ela finalmente, consagrada pelo Cris­to no Jordão, renovastes, pelo ba­nho do novo nascimento, a nossa na­tureza pecadora. Que esta água seja para nós uma recordação do nos­­so batismo e nos faça participar da alegria dos que foram batizados na Páscoa. Por Cristo, nosso Senhor.

T. Amém.

Canto de Aspersão (Fx 3)

1. Eu vi, eu vi, vi foi água a manar, do lado direito do templo a jorrar.

Amém, amém, amém, aleluia! Amém, amém, amém, aleluia!

2. E quantos foram por ela banhados, cantaram o canto dos que foram salvos:

3. Louvai, louvai e cantai ao Senhor, porque ele é bom e sem fim, seu amor:

4. Ao Pai a glória e ao Ressuscitado e seja o Divino pra sempre louvado!

 

P. Que Deus todo-poderoso nos purifique dos nossos pecados e, pela celebração desta Eucaristia, nos torne dignos da mesa do seu reino.

T. Amém.

4. GLÓRIA

(Preferencialmente cantado)

P. Glória a Deus nas alturas,

T. e paz na terra aos homens por Ele amados. / Senhor Deus, Rei dos céus, Deus Pai todo-poderoso. / nós vos louvamos, nós vos bendizemos, / nós vos adoramos, nós vos glorificamos, / nós vos damos graças por vossa imensa glória. / Senhor Jesus Cristo, Filho Unigênito, / Senhor Deus, Cordeiro de Deus, Filho de Deus Pai. / Vós que tirais o pecado do mundo, tende piedade de nós. / Vós que tirais o pecado do mundo, acolhei a nossa súplica. / Vós que estais à direita do Pai, tende piedade de nós. / Só vós sois o Santo, só vós, o Senhor, / só vós o Altíssimo, Jesus Cristo, / com o Espírito Santo, na glória de Deus Pai. Amém.

5. ORAÇÃO

P. Oremos (silêncio): Ó Deus, por vosso Filho Unigênito, vencedor da morte, abristes hoje para nós as portas da eternidade. concedei que, celebrando a ressurreição do Senhor, renovados pelo vosso Espírito, ressuscitemos na luz da vida nova. Por N.S.J.C

T. Amém.

Anim. No dia da gloriosa ressurreição de Jesus, ouçamos com júbilo as leituras que anunciam o evento que se tornou fundamento da nossa fé e do qual Maria Madalena se tornou a primeira testemunha.

6. PRIMEIRA LEITURA (At 10,34a. 37-43)

Leitura dos Atos dos Apóstolos.

Naqueles dias, 34Pedro tomou a palavra e disse: 37″Vós sabeis o que aconteceu em toda a Judéia, a começar pela Galiléia, depois do batismo pregado por João: 38como Jesus de Nazaré foi ungido por Deus com o Espírito Santo e com poder. Ele andou por toda a parte, fazendo o bem e curando a todos os que estavam dominados pelo demônio; porque Deus estava com ele. 39E nós somos testemunhas de tudo o que Jesus fez na terra dos judeus e em Jerusalém. Eles o mataram, pregando-o numa cruz. 40Mas Deus o ressuscitou no terceiro dia, concedendo-lhe manifestar-se 41não a todo o povo, mas às testemunhas que Deus havia escolhido: a nós, que comemos e bebemos com Jesus, depois que ressuscitou dos mortos. 42E Jesus nos mandou pregar ao povo e testemunhar que Deus o constituiu juiz dos vivos e dos mortos. Todos os profetas dão testemunho dele: 43’Todo aquele que crê em Jesus recebe, em seu nome, o perdão dos pecados’”.

– Palavra do Senhor.

T. Graças a Deus.

 

7. SALMO RESPONSORIAL Sl 117(118)  (CD XVI fx 2)

Este é o dia que o Senhor fez para nós: * Alegremo-nos e nele exultemos!

1. Dai graças ao Senhor, porque Ele é bom! * “Eterna é a sua misericórdia!” * A casa de Israel agora o diga: * “Eterna é a sua misericórdia!”

2. A mão direita do Senhor fez maravilhas, * a mão direita do Senhor me levantou. * Não morrerei, mas ao contrário, viverei * para contar as grandes obras do Senhor!

3. A pedra que os pedreiros rejeitaram, * Tornou-se agora a pedra angular; * Pelo Senhor é que foi feito tudo isso! * Que maravilhas ele fez a nossos olhos!

 

8. SEGUNDA LEITURA Cl 3,1-4

Leitura da Carta de São Paulo aos Colossenses.

Irmãos: 1Se ressuscitastes com Cristo, esforçai-vos por alcançar as coisas do alto, 2onde está Cristo, sentado à direita de Deus; aspirai às coisas celestes e não às coisas terrestres. 3Pois vós morrestes, e a vossa vida está escondida, com Cristo, em Deus. 4Quando Cristo, vossa vida, aparecer em seu triunfo, então vós aparecereis também com ele, revestidos de glória.

– Palavra do Senhor.

T. Graças a Deus.

 

9. SEQÜÊNCIA PASCAL (HL 2 p. 123)

1. Cantai, cristãos, afinal: “Salve, ó vítima pascal!” / Cordeiro inocente, o Cristo abriu-nos do Pai o aprisco.

2. Por toda ovelha imolado, do mundo lava o pecado. / Duelam forte e mais forte: é a vida que enfrenta a morte.

3. O Rei da vida, cativo, foi morto, mas reina vivo! / Responde, pois, ó Maria: no caminho o que havia?

4. “Vi Cristo ressuscitado, o túmulo abandonado. / Os anjos da cor do sol, dobrado no chão o lençol”.

5. O Cristo que leva aos céus, caminha à frente dos seus! Ressuscitou, de verdade! Ó Rei, Ó Cristo, piedade!

 

10. ACLAMAÇÃO AO EVANGELHO (fx3)

Aleluia, aleluia, aleluia, aleluia, aleluia! * Aleluia, aleluia, aleluia, aleluia, aleluia!

O nosso Cordeiro Pascal foi imolado, * celebremos, pois, a festa, na sinceridade e verdade!

 

11. EVANGELHO (Jo 20, 1-9)

P. O Senhor esteja convosco.

T. Ele está no meio de nós.

P. Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo João.

T. Glória a vós, Senhor.

P.1No primeiro dia da semana, Maria Madalena foi ao túmulo de Jesus, bem de madrugada, quando ainda estava escuro, e viu que a pedra tinha sido retirada do túmulo. 2Então ela saiu correndo e foi encontrar Simão Pedro e o outro discípulo, aquele que Jesus amava, e lhes disse: “Tiraram o Senhor do túmulo, e não sabemos onde o colocaram”. 3Saíram, então, Pedro e o outro discípulo e foram ao túmulo. 4Os dois corriam juntos, mas o outro discípulo correu mais depressa que Pedro e chegou primeiro ao túmulo. 5Olhando para dentro, viu as faixas de linho no chão, mas não entrou. 6Chegou também Simão Pedro, que vinha correndo atrás, e entrou no túmulo. Viu as faixas de linho deitadas no chão 7e o pano que tinha estado sobre a cabeça de Jesus, não posto com as faixas, mas enrolado num lugar à parte. 8Então entrou também o outro discípulo, que tinha chegado primeiro ao túmulo. Ele viu, e acreditou. 9De fato, eles ainda não tinham compreendido a Escritura, segundo a qual ele devia ressuscitar dos mortos.

– Palavra da Salvação.

T. Glória a vós, Senhor.

12. PROFISSÃO DE FÉ

13. ORAÇÃO DOS FIÉIS

P. Exultantes de alegria, façamos nos­sas preces a Deus Pai, que cum­priu a promessa da salvação, ressus­citando Jesus dentre os mortos. Confiantemente supliquemos:

T. Senhor da Glória, dai-nos a vida.

1. Protegei e abençoai o Papa Bento XVI, no 6º ano do seu pontificado.

2. Pedimo-vos que a festa da Páscoa renove o ardor missionário da Igreja.

3. Que a Ressurreição de Jesus seja a resposta a todos os nossos anseios.

4. Que o Redentor, hoje glorificado, leve-nos a defender a vida neste planeta.

5. Que o tempo da morte desapareça diante da explosão de vida pascal.

6. Que o Espírito Santo seja nossa eterna luz pascal.

(Outras preces da comunidade)

P. Tudo isso vos pedimos, ó Pai, por Cristo, nosso Senhor.

T. Amém.

14. APRESENTAÇÃO DAS OFERENDAS

(CD XVI fx. 4)

A terra, apavorada, emudeceu * quando Deus se levantou para julgar * e libertar os oprimidos desta terra.

1. Sede bendito, Senhor Deus de nossos pais. * A vós louvor, honra e glória eternamente! * Sede bendito, nome santo e glorioso. * A vós louvor, honra e glória eternamente!

2. No templo santo onde refulge a vossa glória. * A vós louvor, honra e glória eternamente! * E em vosso trono de poder vitorioso, * a vós louvor, honra e glória eternamente!

 

15. ORAÇÃO SOBRE AS OFERENDAS

P. Orai, irmãos e irmãs…

T. Receba o Senhor…

P. Transbordando de alegria pascal, nós vos oferecemos, ó Deus, o sacrifício pelo qual a vossa Igreja maravilhosamente renasce e se alimenta. Por Cristo, nosso Senhor.

T. Amém.

16. ORAÇÃO EUCARÍSTICA II
(Prefácio MR, p. 469)

P. O Senhor esteja convosco.

T. Ele está no meio de nós.

P. Corações ao alto.

T. O nosso coração está em Deus.

P. Demos graças ao Senhor, nosso Deus.

T. É nosso dever e nossa salvação.

P. Na verdade, é justo e necessário, é nosso dever e salvação dar-vos graças, sempre e em todo o lugar, mas sobretudo neste dia em que Cristo, nossa Páscoa, foi imolado. Ele é o verdadeiro Cordeiro, que tira o pecado do mundo. Morrendo, destruiu a morte e, ressurgindo, deu-nos a vida. Transbordando de alegria pascal, nós nos unimos aos anjos e a todos os santos, para celebrar a vossa glória, cantando (dizendo) a uma só voz:

T. Santo, Santo, Santo…

CP. Na verdade, ó Pai, vós sois santo e fonte de toda santidade.

CC. Santificai, pois, estas oferendas, derramando sobre elas o vosso Espírito, a fim de que se tornem para nós o Corpo V  e o Sangue de Jesus Cristo, vosso Filho e Senhor nosso.

T. Santificai nossa oferenda, ó Senhor!

Estando para ser entregue e abraçando livremente a paixão, ele tomou o pão, deu graças e o partiu e deu a seus discípulos, dizendo:

TOMAI, TODOS, E COMEI: ISTO É O MEU CORPO, QUE SERÁ ENTREGUE POR VÓS.

Do mesmo modo, ao fim da ceia, ele tomou o cálice em suas mãos, deu graças novamente, e o deu a seus discípulos, dizendo:

TOMAI, TODOS, E BEBEI: ESTE É O CÁLICE DO MEU SANGUE, O SANGUE DA NOVA E ETERNA ALIANÇA, QUE SERÁ DERRAMADO POR VÓS E POR TODOS, PARA REMIS­SÃO DOS PECADOS. FAZEI ISTO EM MEMÓRIA DE MIM.

Eis o mistério da fé!

T. Anunciamos, Senhor, a vossa morte e proclamamos a vossa ressurreição. Vinde, Senhor Jesus!

CC. Celebrando, pois, a memória da morte e ressurreição do vosso Filho, nós vos oferecemos, ó Pai, o pão da vida e o cálice da salvação; e vos agradecemos porque nos tornastes dignos de estar aqui na vossa presença e vos servir.

T. Recebei, ó Senhor, a nossa oferta!

E nós vos suplicamos que, parti­cipando do Corpo e Sangue de Cristo, sejamos reunidos pelo Espírito Santo num só corpo.

T. Fazei de nós um só corpo e um só espírito!

1C. Lembrai-vos, ó Pai, da vossa Igreja que se faz presente pelo mundo inteiro: que ela cresça na caridade, com o Papa Bento, com o nosso bispo Odilo e todos os ministros do vosso povo.

T. Lembrai-vos, ó Pai da vossa Igreja!

2C. Lembrai-vos também dos nossos irmãos e irmãs que morreram na esperança da ressurreição e de todos os que partiram desta vida: acolhei-os junto a vós na luz da vossa face.

T. Lembrai-vos, ó Pai, dos vossos filhos!

3C. Enfim, nós vos pedimos, tende piedade de todos nós e dai-nos participar da vida eterna, com a Virgem Maria, Mãe de Deus, com os santos Apóstolos e todos os que neste mundo vos serviram, a fim de vos louvarmos e glorificarmos por Jesus Cristo, vosso Filho.

T. Concedei-nos o convívio dos eleitos!

CP ou CC. Por Cristo,…

T. Amém.

17. RITO DA COMUNHÃO

18. CANTO DE COMUNHÃO CD XVI Fx 5 (CO 318)

Cristo ressuscitou e nós com Ele! * Aleluia, aleluia!

1. Bendito seja o Pai de Jesus, que nos cobriu de bênçãos celestes.

2. Nós vos louvamos e bendizemos, porque a luz de Jesus dissipou nossas trevas.

3. Nós vos louvamos e bendizemos, porque em nós derramastes o Espírito Santo.

4. Nós vos louvamos e bendizemos, * nesta celebração da vitória de Cristo!

5. Nós vos louvamos e bendizemos, * por tudo que em nós por Jesus operastes.

 

19. ORAÇÃO APÓS A COMUNHÃO

P. Oremos (silêncio): Guardai, ó Deus, a vossa Igreja sob a vossa constante proteção para que, renovados pelos sacramentos pascais, cheguemos à luz da ressurreição. Por Cristo, nosso Senhor.

T. Amém.

20.  ORAÇÃO AO NOSSO PATRONO

T. Ó São Paulo, /Patrono de nossa Arquidiocese, /discípulo e missionário de Jesus Cristo:/ ensina-nos a acolher a Palavra de Deus / e abre nossos olhos à ver­dade do Evangelho./ Con­duze-nos ao encontro com Jesus, / contagia-nos com a fé que te animou/ e infunde em nós cora­gem e ardor missionário, / para testemunharmos a todos / que Deus habita esta Cidade imensa /e tem amor pelo seu povo! /Intercede por nós e pela Igreja de São Paulo, / ó santo apóstolo de Jesus Cristo! Amém.

21. BÊNÇÃO E DESPEDIDA MR p. 523

22. CANTO FINAL (CD X fx 5)

1. Andavam pensando, tão tristes, * de Jerusalém a Emaús, * os dois seguidores de Cristo, * logo após o episódio da cruz. * Enquanto assim vão conversando, * Jesus se achegou devagar: * “De que vocês vão palestrando?” * E ao Senhor não puderam enxergar.

Fica conosco, Senhor, * é tarde e a noite já vem! * Fica conosco, Senhor, * somos teus seguidores também!

2. Não sabes então, forasteiro, * aquilo que aconteceu? * Foi preso Jesus Nazareno, * Redentor que esperou Israel. * Os chefes a morte tramaram * do santo profeta de Deus; * o Justo foi crucificado, * a esperança do povo morreu.

3. Três dias enfim se passaram, * foi tudo uma doce ilusão; * um susto as mulheres pregaram: * não encontraram seu corpo mais, não. * Disseram que ele está vivo, * que disso souberam em visão. * Estava o sepulcro vazio, * mas do mestre ninguém sabe não.

Músicas: (HL 2) (CD XVI CD X – Paulus) Cantos e Orações (CO)

Ele venceu a morte e habita gloriosamente no meio de nós!

 

Estimado Povo de Deus em São Paulo!

A Quaresma culminou no Sagrado Tríduo Pascal da paixão, morte e ressurreição do Senhor. Fizemos um caminho penitencial, que nos levou, por meio da ora­ção, do jejum e da esmola, a gestos concretos de boas obras, como a coleta da Campanha da Fra­ternidade, no Domingo de Ramos, reforçando nossa solidariedade e comunhão eclesial. Todos devemos cuidar bem da nossa casa comum, a natureza e a Terra,  superando estilos de vida e de cultura que colocam em risco o futuro da vida no nosso planeta. Somos discípulos do Ressuscitado, que veio “para que todos tenham vida e a tenham em abundância” (cf Jo 10,10).

A Páscoa é a vitória da vida sobre a morte. O Deus Criador é também o Deus Salvador. O homem introduziu o pecado no mundo e, assim, a desordem nas relações com o próximo e com a natureza. Mas Cristo venceu o pecado e a morte mediante a sua fidelidade e obediência a Deus; entregou sua vida pela humanidade, por amor: “tendo amado os seus que estavam no mundo, amou-os até o fim” (Jo 13,1). Ele cumpriu a missão recebida de Deus Pai, “que amou tanto o mundo, a ponto de entregar o seu Filho único para que todo o que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna” (Jo 3,16).

Celebremos, pois, a Páscoa com alegria e nova disposição para seguir o exemplo de Cristo. Convido todos a viverem com entusiasmo o período pascal, inaugurado com a Vigília Pascal, até Pentecostes, que celebra o fruto maior da redenção, o dom do Espírito Santificador dado aos homens. Seja intensa nossa alegria pascal, pois cremos no Deus da vida e da esperança e seguimos a Cristo Salvador, vencedor da morte e “garantidor” de nossa vida futura.

Convido sobretudo os jovens a olharem para a vida com confiança e esperança; embora haja tantos motivos de preocupação, não esqueçamos que a humanidade é capaz de os enfrentar, quando está com Deus; e nós, cristãos, temos a certeza de que não estamos sozinhos ou sem rumo, diante dos desafios do futuro: Deus entrou na nossa História e vai conosco; Ele nos ama e nos mostra os caminhos bons; indo por eles, estaremos seguros. Sigamos confiantes na vida, “enraizados e edificados em Cristo, firmes na fé” (cf Cl 2,7). Os jovens do mundo inteiro estão se preparando para a Jornada Mundial da Juventude, com o Papa, em Madrid, em agosto deste ano. Convido a Juventude nossas Comunidades a se preparar também para esse extraordinário Encontro!

Votos de feliz e santa Páscoa a todos, com a bênção de Deus!

Card. D.Odilo P. Scherer

Arcebispo de São Paulo

LEITURAS DA SEMANA: de 25/04 a 1/05 de  2011

l 2ª-: At 2, 14.22-32; Sl 15 (16), 1-2a e 5. 7-8. 9-10. 11 (R/. 1); Mt 28, 8-15

l3ª-: At 2, 36-41; Sl 32 (33), 4-5. 18-19. 20 e 22 (R/. 5b); Jo 20, 11-18

l4ª-: At 3, 1-10; Sl 104 (105), 1-2. 3-4. 6-7. 8-9 (R/. 3b); Lc 24, 13-35

l5ª-: At 3, 11-26; Sl 8, 2a e 5. 6-7. 8-9 (R/. 2ab); Lc 24, 35-48

l6ª-: At 4, 1-12; Sl 117 (118), 1-2 e 4. 22-24. 25-27a (R/. 22); Jo 21, 1-14

lSÁB.: At 4, 13-21; Sl 117 (118), 1 e 14-15. 16ab-18. 19-21 (R/. 21a); Mc 16, 9-15

l1º de Maio 2º DOMINGO DA PÁSCOA At 2,42-47; Sl 117(118), 2-4. 13-15. 22-24 (R/.1); 1Pd 1, 3-9; Jo 20,19-31 (Tomé)

Retirado:http://www.arquidiocesedesaopaulo.org.br/liturgia/folheto_povo_de_deus_anoA_pascoa_01domingo.htm

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: