• SÃO PAULO • 25 DE SETEMBRO DE 2011 • ANO 35 • Lt. 07 • Nº 54 • A •

 26º DOMINGO DO TEMPO COMUM

DIA NACIONAL DA BÍBLIA

 

MOTIVAR NOS FIÉIS O CONHECIMENTO E O AMOR AOS LIVROS SAGRADOS,

VISANDO A LEITURA COTIDIANA, ATENTA E PIEDOSA.

 

Anim. Somos filhos de Deus, chamados a trabalhar na vinha de Cristo. Contudo, há os que se julgam bons e, por isso, não são capazes de arrependerem-se dos seus pecados. Não importam as nossas fraquezas, pois o que conta é o arrependimento e a entrega a Cristo. No Dia Nacional da Bíblia, rezemos para que todos os fiéis sejam motivados ao conhecimento e ao amor aos livros sagrados, de tal forma que mantenham o hábito salutar de ler todos os dias, piedosa e atentamente, a Palavra de Deus revelada nas Escrituras.

 

 

 

1. ABERTURA Sl 124(125)

HL 3, p.127 (Fx 9)

Senhor, tu tens razão, bem feito foi, bem feito foi, pois contra ti pecamos! Mas pela tua honra, misericórdia de nós, agora, a ti nós suplicamos.

1. Quem confia no Senhor * é qual monte de Sião: * não tem medo, não se abala, * está bem firme no seu chão.

2. As montanhas rodeiam * a feliz Jerusalém. * O Senhor cerca seu povo, * para não temer ninguém.

3. A mão dura dos malvados * não esmague as criaturas, * para os justos não mancharem * suas mãos em aventuras.

4. Venha a paz para o teu povo, * o teu povo de Israel. * Venha a paz para o teu povo * pois tu és um Deus fiel.

 

2. SAUDAÇÃO

P. Em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo.

T. Amém.

P. A graça de nosso Senhor Jesus Cristo, o amor do Pai e a comunhão do Espírito Santo estejam convosco.

T. Bendito seja Deus que nos reuniu no amor de Cristo.

 

3. ATO PENITENCIAL

P. De coração contrito e humilde, aproximemo-nos do Deus justo e santo, para que tenha piedade de nós, pecadores.

(Silêncio)

P. Tende compaixão de nós, Senhor.

T. Porque somos pecadores.

P. Manifestai, Senhor, a vossa misericórdia.

T. E dai-nos a vossa salvação.

P. Deus todo-poderoso tenha compaixão de nós, perdoe os nossos pecados e nos conduza à vida eterna.

T. Amém.

 

4. GLÓRIA (preferencialmente cantado)

P. Glória a Deus nas alturas, T. e paz na terra aos homens por Ele amados. / Senhor Deus, Rei dos céus, Deus Pai todo-poderoso. / nós vos louvamos, nós vos bendizemos, / nós vos adoramos, nós vos glorificamos, / nós vos damos graças por vossa imensa glória. / Senhor Jesus Cristo, Filho Unigênito, / Senhor Deus, Cordeiro de Deus, Filho de Deus Pai. / Vós que tirais o pecado do mundo, tende piedade de nós. / Vós que tirais o pecado do mundo, acolhei a nossa súplica. / Vós que estais à direita do Pai, tende piedade de nós. / Só vós sois o Santo, só vós, o Senhor, / só vós o Altíssimo, Jesus Cristo, / com o Espírito Santo, na glória de Deus Pai. Amém.

 

5. ORAÇÃO

P.Oremos (silêncio): Ó Deus, que mostrais vosso poder sobretudo no perdão e na misericórdia, derramai sempre em nós a vossa graça, para que, caminhando ao encontro das vossas promessas, alcancemos os bens que nos reservais. Por N.S.J.C.

T. Amém.

 

Anim. Abramos o nosso coração às leituras deste domingo, para que possamos acreditar no amor e praticar o perdão.

 

6. PRIMEIRA LEITURA (Ez 18,25-28)

Leitura da Profecia de Ezequiel

Assim diz o Senhor:

25 “Vós andais dizendo:

A conduta do Senhor não é correta.

Ouvi, vós da casa de Israel:

É a minha conduta que não é correta,

ou antes é a vossa conduta que não é correta?

26Quando um justo se desvia da justiça,

pratica o mal e morre,

é por causa do mal praticado que ele morre.

27Quando um ímpio se arrepende da maldade que praticou

e observa o direito e a justiça,

conserva a própria vida.

28Arrependendo-se de todos os seus pecados,

com certeza viverá;

não morrerá”.

– Palavra do Senhor.

T. Graças a Deus.

 

7. SALMO RESPONSORIAL 24(25)

(HL3, p. 144-145 – (Fx5)

Recordai, Senhor meu Deus, vossa ternura e compaixão!

1. Fazei-me conhecer a vossa estrada, vossa verdade me oriente e me conduza! Porque sois o Deus da minha salvação, em vós espero, ó Senhor, todos os dias.

2. Recordai, Senhor, meu Deus, vossa ternura e a vossa compaixão, que são eternas! De mim lembrai-vos, porque sois misericórdia e sois bondade, sem limites, ó Senhor!

3. O Senhor é piedade e retidão, e reconduz ao bom caminho os pecadores. Ele dirige os humildes na justiça, e aos pobres ele ensina o seu caminho.

 

8. SEGUNDA LEITURA (Fl 2,1-11)

Leitura da Carta de São Paulo aos Filipenses

Irmãos:

1Se existe consolação na vida em Cristo,

se existe alento no mútuo amor,

se existe comunhão no Espírito,

se existe ternura e compaixão,

2tornai então completa a minha alegria:

aspirai à mesma coisa, unidos no mesmo amor;

vivei em harmonia, procurando a unidade.

3Nada façais por competição ou vanglória,

mas, com humildade, cada um julgue

que o outro é mais importante

4e não cuide somente do que é seu,

mas também do que é do outro.

5Tende entre vós o mesmo sentimento

que existe em Cristo Jesus.

6Jesus Cristo, existindo em condição divina,

não fez do ser igual a Deus uma usurpação,

7mas esvaziou-se a si mesmo,

assumindo a condição de escravo

e tornando-se igual aos homens.

Encontrado com aspecto humano,

8humilhou-se a si mesmo,

fazendo-se obediente até a morte,

e morte de cruz.

9Por isso, Deus o exaltou acima de tudo

e lhe deu o Nome que está acima de todo nome.

10Assim, ao nome de Jesus,

todo joelho se dobre no céu,

na terra e abaixo da terra,

11e toda língua proclame:

“Jesus Cristo é o Senhor ”

– para a glória de Deus Pai.

-Palavra do Senhor.

T. Graças a Deus.

 

9. ACLAMAÇÃO AO EVANGELHO (Fx7)

Aleluia, Aleluia, Aleluia, Aleluia! (bis)

Minhas ovelhas escutam minha voz, minha voz estão elas a escutar; eu conheço, então, minhas ovelhas, que me seguem, comigo a caminhar!

 

10. EVANGELHO (Mt 21,28-32)

P. O Senhor esteja convosco.

T. Ele está no meio de nós.

P. Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo Mateus.

T. Glória a vós, Senhor.

P. Naquele tempo, Jesus disse aos sacerdotes

e anciãos do povo:

28 “Que vos parece?

Um homem tinha dois filhos.

Dirigindo-se ao primeiro, ele disse:

‘Filho, vai trabalhar hoje na vinha!’

29O filho respondeu: ‘Não quero’.

Mas depois mudou de opinião e foi.

30O pai dirigiu-se ao outro filho e disse a mesma coisa.

Este respondeu: ‘Sim, senhor, eu vou’. Mas não foi.

31Qual dos dois fez a vontade do pai?”

Os sumos sacerdotes e os anciãos do povo responderam:

“O primeiro”.

Então Jesus lhes disse:

“Em verdade vos digo,

que os cobradores de impostos e as prostitutas

vos precedem no Reino de Deus.

32Porque João veio até vós, num caminho de justiça,

e vós não acreditastes nele.

Ao contrário,

os cobradores de impostos e as prostitutas creram nele.

Vós, porém, mesmo vendo isso,

não vos arrependestes para crer nele”.

– Palavra da Salvação.

T. Glória a vós, Senhor.

 

11. HOMILIA

 

12. PROFISSÃO DE FÉ

P. Creio em Deus Pai todo-poderoso / T. criador do céu e da terra,/ e em Jesus Cristo seu único Filho, nosso Senhor, / que foi concebido pelo poder do Espírito Santo; /nasceu da Virgem Maria;/ padeceu sob Pôncio Pilatos, / foi crucificado, morto e sepultado. / Desceu à mansão dos mortos; /ressuscitou ao terceiro dia, / subiu aos céus; / está sentado à direita de Deus Pai todo-poderoso, / donde há de vir a julgar os vivos e os mortos. / Creio no Espírito Santo; / na Santa Igreja Católica; / na comunhão dos santos; / na remissão dos pecados; / na ressurreição da carne; / na vida eterna.

Amém.

 

13. ORAÇÃO DOS FIÉIS

P. Como povo eleito e consciente dos nossos pecados, elevemos ao Pai nossas preces, na certeza de que sua misericórdia é muito maior do que as nossas limitações. Rezemos juntos:

T. Fazei-nos, Senhor, fiéis seguidores da vossa Palavra.

1. Pai Santo, fazei que a Igreja viva, sempre mais, da Palavra e promova o conhecimento das Escrituras.

2. Que o nosso “sim” seja por inteiro como foi o “sim” de Maria na aurora da libertação.

3. Com palavras e atos coerentes, divulguemos a Bíblia, como parte essencial da nossa missão.

4. Que a vossa Palavra ilumine nossos comportamentos sociais e políticos.

5. Pela força da Palavra, fazei-nos solidários com os excluídos.

6. Ilumina-nos, por meio das Escrituras, a levar a sério nossa peregrinação neste mundo.

(outras intenções comunitárias)

P. Isso vos pedimos, ó Pai, por Cristo nosso Senhor:

T. Amém.

 

14. APRESENTAÇÃO DAS OFERENDAS

(CD Liturgia VII – Fx 4)

1. As mesmas mãos que plantaram a semente aqui estão. O mesmo pão que a mulher preparou aqui está. O vinho novo que a uva sangrou jorrará no nosso altar!

A liberdade haverá, a igualdade haverá e nesta festa onde a gente é irmão o Deus da vida se faz comunhão! (bis)

2. Na flor do altar brilha, o sonho da paz mundial. A luz acesa é fé que palpita hoje em nós. Do livro aberto o amor se derrama total no nosso altar!

3. Benditos sejam os frutos da terra de Deus, benditos sejam o trabalho e a nossa união. Bendito seja Jesus que conosco estará além do altar!

 

15. ORAÇÃO SOBRE AS OFERENDAS

P. Orai, irmãos e irmãs…

T. Receba o Senhor por tuas mãos este sacrifício, para glória do seu nome, para nosso bem e de toda a santa Igreja.

P. Ó Deus de misericórdia, que esta oferenda vos seja agradável e possa abrir para nós a fonte de toda bênção. Por Cristo, nosso Senhor.

T. Amém.

 

16. ORAÇÃO EUCARÍSTICA II

(Pref., p. 434)

P. O Senhor esteja convosco.

T. Ele está no meio de nós.

P. Corações ao alto.

T. O nosso coração está em Deus.

P. Demos graças ao Senhor nosso Deus.

T. É nosso dever e nossa salvação.

P. Na verdade, é justo e necessário, é nosso dever e salvação dar-vos graças, sempre e em todo o lugar, Senhor, Pai santo, Deus eterno e todo-poderoso. De tal modo amastes o mundo, que nos enviastes, como Redentor, vosso próprio Filho, em tudo semelhante a nós, exceto no pecado. Amando-o até o fim, amastes nele nossa humilde condição. E ele, na obediência até à morte, restaurou o que nossa desobediência fizera perder. Por essa razão, com os anjos e com todos os santos, entoamos um cântico novo, para proclamar a vossa bondade, cantando (dizendo) a uma só voz:

T. Santo,Santo, Santo…

CP. Na verdade, ó Pai, vós sois santo e fonte de toda santidade.

CC. Santificai, pois, estas oferendas, derramando sobre elas o vosso Espírito, a fim de que se tornem para nós o Corpo V e o Sangue de Jesus Cristo, vosso Filho e Senhor nosso.

T. Santificai nossa oferenda, ó Senhor!

Estando para ser entregue e abraçando livremente a paixão, ele tomou o pão, deu graças e o partiu e deu a seus discípulos, dizendo:

TOMAI, TODOS, E COMEI: ISTO É O MEU CORPO, QUE SERÁ ENTREGUE POR VÓS.

Do mesmo modo, ao fim da ceia, ele tomou o cálice em suas mãos, deu graças novamente, e o deu a seus discípulos, dizendo:

TOMAI, TODOS, E BEBEI: ESTE É O CÁLICE DO MEU SANGUE, O SANGUE DA NOVA E ETERNA ALIANÇA, QUE SERÁ DERRAMADO POR VÓS E POR TODOS, PARA REMISSÃO DOS PECADOS. FAZEI ISTO EM MEMÓRIA DE MIM.

Eis o mistério da fé!

T. Anunciamos, Senhor, a vossa mor­te e proclamamos a vossa res­surreição. Vinde, Senhor Jesus!

CC. Celebrando, pois, a memória da morte e ressurreição do vosso Filho, nós vos oferecemos, ó Pai, o pão da vida e o cálice da salvação; e vos agradecemos porque nos tornastes dignos de estar aqui na vossa presença e vos servir.

T. Recebei, ó Senhor, a nossa oferta!

E nós vos suplicamos que, participando do Corpo e Sangue de Cristo, sejamos reunidos pelo Espírito Santo num só corpo.

T. Fazei de nós um só corpo e um só espírito!

1C. Lembrai-vos, ó Pai, da vossa Igreja que se faz presente pelo mundo inteiro: que ela cresça na caridade, com o Papa Bento, com o nosso bispo Odilo e todos os ministros do vosso povo.

T. Lembrai-vos, ó Pai da vossa Igreja!

2C. Lembrai-vos também dos nossos irmãos e irmãs que morreram na esperança da ressurreição e de todos os que partiram desta vida: acolhei-os junto a vós na luz da vossa face.

T. Lembrai-vos, ó Pai, dos vossos filhos!

3C. Enfim, nós vos pedimos, tende piedade de todos nós e dai-nos participar da vida eterna, com a Virgem Maria, Mãe de Deus, com os santos Apóstolos e todos os que neste mundo vos serviram, a fim de vos louvarmos e glorificarmos por Jesus Cristo, vosso Filho.

T. Concedei-nos o convívio dos eleitos!

CP ou CC. Por Cristo, com Cristo e em Cristo, a vós, Deus Pai todo-poderoso, na unidade do Espírito Santo, toda a honra e toda a glória, agora e para sempre.

T. Amém.

 

17. RITO DA COMUNHÃO

P. Rezemos com amor e confiança a oração que o Senhor nos ensinou:

T. Pai nosso que estais nos céus, santificado seja o vosso nome; venha a nós o vosso Reino, seja feita a vossa vontade assim na terra como no céu. O pão nosso de cada dia nos dai hoje; perdoai-nos as nossas ofensas, assim como nós perdoamos a quem nos tem ofendido, e não nos deixeis cair em tentação, mas livrai-nos do mal.

P. Livrai-nos de todos os males, ó Pai, e dai-nos hoje a vossa paz. Ajudados pela vossa misericórdia, sejamos sempre livres do pecado e protegidos de todos os perigos, enquanto, vivendo a esperança, aguardamos a vinda do Cristo Salvador.

T. Vosso é o reino, o poder e a glória para sempre!

P. Senhor Jesus Cristo, dissestes aos vossos Apóstolos: Eu vos deixo a paz, eu vos dou a minha paz. Não olheis os nossos pecados, mas a fé que anima a vossa Igreja; dai-lhe, segundo o vosso desejo, a paz e a unidade. Vós que sois Deus, com o Pai e o Espírito Santo.

T. Amém.

P. A paz do Senhor esteja sempre convosco.

T. O amor de Cristo nos uniu.

P. Irmãos e irmãs, saudai-vos em Cristo Jesus.

T. Cordeiro de Deus que tirais o pecado do mundo, tende piedade de nós. / Cordeiro de Deus que tirais o pecado do mundo, tende piedade de nós. / Cordeiro de Deus que tirais o pecado do mundo, dai-nos a paz.

P. Felizes os convidados para a Ceia do Senhor. Eis o Cordeiro de Deus, que tira o pecado do mundo.

T. Senhor, eu não sou digno(a) de que entreis em minha morada, mas dizei uma palavra e serei salvo(a).

 

18. CANTO DE COMUNHÃO

Sl 102(103) (CD Liturgia VII – Fx8)

Não basta chamar: “Senhor, Senhor!”, pra entrar na Igreja do amor. Há gente que já deu quedas e sabe que é pecador //e está mais perto do Reino, do que quem é julgador.// (bis)

1. Bendiz, minh’alma, o Senhor! Seu nome seja louvado! Minh’alma, louva o Senhor, por tudo que me tem dado! Cura-me as enfermidades e me perdoa os pecados.

2. Tira-me da triste morte, me dá carinho e amor. Com sua misericórdia do abismo ele me tirou, e, como se eu fosse águia, vem renovar meu vigor.

3. Consegue fazer justiça a todos os oprimidos. Guiou Moisés no deserto a Israel escolhido. Tem pena, tem compaixão e não se sente ofendido.

4. Distância da terra ao céu, medida do seu amor. Distância poente ao nascente, as nossas faltas vai pôr. Qual pai que tem dó dos filhos, de nós tem pena o Senhor.

5. Conhece nossa fraqueza, que somos como poeira. A nossa vida é uma planta, uma pobre erva rasteira: o vento vem e a desfolha, já não se sabe onde era.

6. O amor de Deus aos que o temem se mostra em cada momento. Também, a sua justiça protege eternamente a quem se apega à aliança e cumpre seus mandamentos.

 

19. ORAÇÃO APÓS A COMUNHÃO

P. Oremos (silêncio): Ó Deus, que a comunhão nesta Eucaristia renove a nossa vida para que, participando da paixão de Cristo neste mistério, e anunciando a sua morte, sejamos herdeiros da sua glória. Por Cristo, nosso Senhor.

T. Amém.

 

20. ORAÇÃO AO NOSSO PADROEIRO

T. Ó São Paulo, /Patrono de nossa Arquidiocese, /discípulo e missionário de Jesus Cristo:/ ensina-nos a acolher a Palavra de Deus / e abre nossos olhos à verdade do Evangelho./ Conduze-nos ao encontro com Jesus, / contagia-nos com a fé que te animou/ e infunde em nós coragem e ardor missionário, / para testemunharmos a todos / que Deus habita esta Cidade imensa /e tem amor pelo seu povo! /Intercede por nós e pela Igreja de São Paulo, / ó santo apóstolo de Jesus Cristo! Amém

 

21. BÊNÇÃO E DESPEDIDA (MR 526)

P. O Senhor esteja convosco.

T. Ele está no meio de nós.

P. Deus todo-poderoso vos abençoe na sua bondade e infunda em vós a sabedoria da salvação.

T. Amém.

P. Sempre vos alimente com os ensinamentos da fé e vos faça perseverar nas boas obras.

T. Amém.

P. Oriente para ele os vossos passos, e vos mostre o caminho da caridade e da paz.

T. Amém.

P. Abençoe-vos Deus todo-poderoso, Pai e Filho V e Espírito Santo.

T. Amém.

P. Ide em paz …

T. Graças a Deus.

 

22. CANTO FINAL (CO 536)

Toda Bíblia é comunicação * de um Deus amor, de um Deus irmão. * É feliz quem crê na revelação, * quem tem Deus no coração.

1. Jesus Cristo é a Palavra, * pura imagem de Deus Pai. * Ele é vida e verdade, * a suprema caridade.

2. Os profetas sempre mostram * a vontade do Senhor. * Precisamos ser profetas * para o mundo ser melhor.

3. Nossa fé se fundamenta * na palavra dos apóstolos: * João, Mateus, Marcos e Lucas * transmitiram esta fé.

4. Vinde a nós, ó santo Espírito; * vinde nos iluminar. * A palavra que nos salva * nós queremos conservar.

 

 

Músicas: • CD Litúrgico VII- Ed. Paulus • Cantos e Orações – Ed. Vozes • Hinário Litúrgico 3 CNBB

 

A Faculdade de Teologia Nossa Senhora da Assunção, da PUC-SP,

aguarda você para estudar Teologia em 2012,

no campus Ipiranga, de manhã e à noite,

e no campus Santana à noite.

Fique atento à data do Vestibular.

www.pucsp.br

 

 LEITURAS DA SEMANA: de 26 de Setembro a 2 de Outubro de 2011

 

2ª-: Zc 8, 1-8; Sl 101 (102), 16-18. 19-21. 29 e 22-23 (R/. 17); Lc 9, 46-50

l3ª-: Zc 8, 20-23; Sl 86 (87), 1-3. 4-5. 6-7 (R/. Zc 8, 23); Lc 9, 51-56

l4ª-: Ne 2, 1-8; Sl 136 (137), 1-2. 3. 4-5. 6 (R/. 6a); Lc 9, 57-62

l5ª-: Dn 7, 9-10.13-14 ou Ap 12, 7-12ª; Sl 137 (138), 1-2a. 2bc-3. 4-5 (R/. 1c); Jo 1, 47-51

l6ª-: Br 1, 15-22; Sl 78(79), 1-2. 3-5.8.9 (R/. 9b); Lc 10, 13-16

lSab.: Br 4, 5-12.27-29; Sl 68 (69), 33-35. 36-37 (R/. 34a); Lc 10, 17-24

l27º DTC: Is 5, 1-7; Sl 79 (80), 9 e 12. 13-14. 15-16. 19-20 (R/. Is 5, 7a); Fl 4, 6-9; Mt 21, 33-43

 Retirado:http://www.arquidiocesedesaopaulo.org.br/?q=pt-br/node/163

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: