• SÃO PAULO • 18 DE DEZEMBRO DE 2011 • ANO 36 • Lt. 01 • Nº 04 • B •

4º DOMINGO DO ADVENTO

Anim. No quarto e último Domingo do Advento, a Igreja se prepara para celebrar o Natal, proclamando a anunciação do Senhor e enaltecendo a figura da Virgem Maria como símbolo da humanidade que se abre ao mistério de Deus e acolhe o Redentor. Celebremos esta Eucaristia com o coração vibrante no Senhor, assim como cantou Maria seu hino de louvor e viveu uma vida inteira de ação de graças ao Senhor. 

 

 

1. ABERTURA  (Fx 7)

1. Oh! Vinde enfim, eterno Deus, * descei, descei dos altos céus. * Deixai a vossa habitação, * que a terra espera a salvação.

2. Que o céu orvalhe o Redentor, * baixai das nuvens, ó Senhor! * Germine a terra o nosso Deus, * pra que nos abra os altos céus.

3. Por que tardais, ó bom Jesus, * em rebrilhar na vossa luz? * Em treva densa o mundo jaz; * trazei a luz, o amor a paz!

4. Oh! Vinde enfim, Senhor, a nós * ressoe no mundo a vossa voz. * No mundo brilhe o vosso olhar. * Oh, vinde, enfim, sem demorar.

 

2. SAUDAÇÃO

P. Em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo.

T. Amém.

P. Que a graça de Nosso Senhor Jesus Cristo, o amor do Pai e a comunhão do Espírito Santo estejam convosco.

T. Bendito seja Deus que nos reuniu no amor de Cristo.

 

3. ATO PENITENCIAL

P. Para celebrar dignamente o Mistério de Cristo e viver este último Domingo do Advento como um feliz anúncio do Natal de Cristo, reconheçamos os nossos pecados.

(Momento de silêncio)

P. Confessemos os nossos pecados:

T. Confesso a Deus todo-poderoso e a vós, irmãos e irmãs, que pequei muitas vezes por pensamentos e palavras, atos e omissões, por minha culpa, minha tão grande culpa. E peço à Virgem Maria, aos anjos e santos e a vós, irmãos e irmãs, que rogueis por mim a Deus, nosso Senhor.

P. Deus todo-poderoso tenha compaixão de nós, perdoe os nossos pecados e nos conduza à vida eterna.

T. Amém.

 

Kyrie

P. Senhor, tende piedade de nós.

T. Senhor, tende piedade de nós.

P. Cristo, tende piedade de nós.

T. Cristo, tende piedade de nós.

P. Senhor, tende piedade de nós.

T. Senhor, tende piedade de nós.

 

4. ORAÇÃO

P. Oremos (silêncio): Derramai, ó Deus, a vossa graça em nossos corações para que, conhecendo pela mensagem do Anjo a encarnação do vosso Filho, cheguemos, por sua paixão e cruz, à glória da ressurreição. Por N.S.J.C.

T. Amém.

Anim. No último Domingo do Advento, ouçamos as leituras, para que possamos celebrar o Natal com o coração rejuvenescido

 

5. PRIMEIRA LEITURA

(2Sm 7,1-5.8b-12.14a.16)

Leitura do Segundo Livro de Samuel

1Tendo-se o rei Davi instalado já em sua casa e tendo-lhe o Senhor dado a paz, livrando-o de todos os seus inimigos, 2ele disse ao profeta Natã: “Vê, eu resido num palácio de cedro, e a arca de Deus está alojada numa tenda!” 3Natã respondeu ao rei: “Vai e faze tudo o que diz o teu coração, pois o Senhor está contigo”. 4Mas, nessa mesma noite, a palavra do Senhor foi dirigida a Natã nestes termos: 5“Vai dizer ao meu servo Davi: ‘Assim fala o Senhor: Porventura és tu que me construirás uma casa para eu habitar? 8Fui eu que te tirei do pastoreio, do meio das  ovelhas, para que fosses o chefe do meu povo, Israel. 9Estive contigo em toda a parte por onde andaste, e exterminei diante de ti todos os teus inimigos, fazendo o teu nome tão célebre como o dos homens mais famosos da terra. 10Vou preparar um lugar para o meu povo, Israel: eu o implantarei, de modo que possa morar lá sem jamais ser inquietado. Os homens violentos não tornarão a oprimi-lo como outrora, 11no tempo em que eu estabelecia juízes sobre o meu povo, Israel. Concedo-te uma vida tranqüila, livrando-te de todos os teus inimigos. E o Senhor te anuncia que te fará uma casa. 12Quando chegar o fim dos teus dias e repousares com teus pais, então, suscitarei, depois de ti, um filho teu, e confirmarei a sua realeza. 14Eu serei para ele um pai e ele será para mim um filho. 16Tua casa e teu reino serão estáveis para sempre diante de mim, e teu trono será firme para sempre”.

– Palavra do Senhor.

T. Graças a Deus.

 

6. SALMO RESPONSORIAL 88 (89) Fx 8

Ó Senhor, quero cantar o vosso nome * desde agora e para sempre!

1. Senhor, eu cantarei eternamente o vosso amor, * de geração em geração eu cantarei vossa verdade! * Porque dissestes: “O amor é garantido para sempre! * E a vossa lealdade é tão firme como os céus.”

2. Eu firmei uma aliança com meu servo, meu eleito, * e eu fiz um juramento a Davi, meu servidor. * Para sempre, no teu trono, firmarei tua linhagem, * de geração em geração garantirei o teu reinado!”

3. Ele então, me invocará: “Ó Senhor, vós sois meu Pai, * sois meu Deus, sois meu rochedo onde encontro a salvação!” * Guardarei eternamente para ele a minha graça * e com ele firmarei minha aliança indissolúvel!”

 

7. SEGUNDA LEITURA (Rm 16,25-27)

Leitura da Carta de São Paulo aos Romanos.

Irmãos: 25Glória seja dada àquele que tem o poder de vos confirmar na fidelidade ao meu evangelho e à pregação de Jesus Cristo, de acordo com a revelação do mistério mantido em sigilo desde sempre. 26Agora este mistério foi manifestado e, mediante as Escrituras proféticas, conforme determinação do Deus eterno, foi levado ao conhecimento de todas as nações, para trazê-las à obediência da fé. 27A ele, o único Deus, o sábio, por meio de Jesus Cristo, a glória, pelos séculos dos séculos. Amém!

– Palavra do Senhor.

T. Graças a Deus.

 

8. ACLAMAÇÃO AO EVANGELHO

Aleluia, aleluia! (bis)

O Espírito consagrou-me,(bis)

E mandou-me anunciar.(bis)

Boa Nova para os pobres!(bis)

Aleluia, aleluia! (bis)

 

9. EVANGELHO (Lc 1,26-38)

P. O Senhor esteja convosco.

T. Ele está no meio de nós.

P. Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo Lucas.

T. Glória a vós, Senhor.

P. Naquele tempo, 26o anjo Gabriel foi enviado por Deus a uma cidade da Galiléia, chamada Nazaré, 27a uma virgem, prometida em casamento a um homem chamado José. Ele era descendente de Davi e o nome da virgem era Maria. 28O anjo entrou onde ela estava e disse: “Alegra-te, cheia de graça, o Senhor está contigo!” 29Maria ficou perturbada com estas palavras e começou a pensar qual seria o significado da saudação. 30O anjo, então, disse-lhe: “Não tenhas medo, Maria, porque encontraste graça diante de Deus. 31Eis que conceberás e darás à luz um filho, a quem porás o nome de Jesus. 32Ele será grande, será chamado Filho do altíssimo, e o Senhor Deus lhe dará o trono de seu pai Davi. 33Ele reinará para sempre sobre os descendentes de Jacó, e o seu reino não terá fim”. 34Maria perguntou ao anjo: “Como acontecerá isso, se eu não conheço homem algum?” 35O anjo respondeu: “O Espírito virá sobre ti, e o poder do Altíssimo te cobrirá com sua sombra. Por isso, o menino que vai nascer será chamado Santo, Filho de Deus. 36Também Isabel, tua parenta, concebeu um filho na velhice. Este já é o sexto mês daquela que era considerada estéril, 37porque para Deus nada é impossível”. 38Maria, então, disse: “Eis aqui a serva do Senhor; faça-se em mim segundo a tua palavra!” E o anjo retirou-se.

– Palavra da Salvação.

T. Glória a vós, Senhor.

 

10. HOMILIA

12. PROFISSÃO DE FÉ

P. Creio em Deus Pai todo-poderoso / T. criador do céu e da terra,/ e em Jesus Cristo seu único Filho, nosso Senhor, / que foi concebido pelo poder do Espírito Santo; /nasceu da Virgem Maria;/ padeceu sob Pôncio Pilatos, / foi crucificado, morto e sepultado. / Desceu à mansão dos mortos; /ressuscitou ao terceiro dia, / subiu aos céus; / está sentado à direita de Deus Pai todo-poderoso, / donde há de vir a julgar os vivos e os mortos. / Creio no Espírito Santo; / na Santa Igreja Católica; / na comunhão dos santos; / na remissão dos pecados; / na ressurreição da carne; / na vida eterna.

Amém.

 

12. ORAÇÃO DOS FIÉIS

P. Na alegre expectativa do Natal, elevemos a Deus Pai nossas preces, na certeza de que a vinda de Cristo é a garantia de que o amor e justiça salvarão o mundo.

T. Concedei-nos, ó Pai, um Natal de amor e de paz!

1. Infundi em vossa Igreja o mesmo espírito de fé que levou Maria a acolher o feliz anúncio da redenção.

2. Abençoai todas as famílias que se preparam com fé para celebrar o Natal.

3. Despertai em nós a ternura do Menino de Belém e a delicadeza da Virgem Maria.

4. Inspirai em nós ações de solidariedade que brotem do espírito do Natal.

5. Fortalecei no amor as famílias que celebram a Novena do Natal.

6. Desarmai os povos em guerra e fazei florescer a paz mundial.

(Outras preces da comunidade)

P. Tudo isto, vos pedimos, ó Pai, por Cristo, nosso Senhor.

T. Amém.

13. APRESENTAÇÃO DAS OFERENDAS

( CD VIII Fx 10)

1. Muito suspira por Ti * teu povo fiel, tua Israel! * Muito suspira por Ti * teu povo fiel, tua Israel!

Ó Santo Messias * Ó Santo Messias !

2. Tua lembrança embalsama, dos que Te amam, os tristes dias.* Tua lembrança embalsama, dos que Te amam, os tristes dias.

3. A Nação que Te adorava, tornaram-na escrava, encheram-na de dor. * A Nação que Te adorava, tornaram-na escrava, encheram-na de dor.

4. Apressa-te em vir libertá-la, em vir salvá-la, Bendito Senhor! Bendito Senhor! * Apressa-te em vir libertá-la, em vir salvá-la, Bendito Senhor! Bendito Senhor!

 

14. ORAÇÃO SOBRE AS OFERENDAS

P. Orai, irmãos e irmãs, para que o nosso sacrifício seja aceito por Deus Pai todo-poderoso.

T.  Receba o Senhor por tuas mãos este sacrifício, para glória do seu nome, para nosso bem e de toda a santa Igreja.

P. Ó Deus, que o mesmo Espírito Santo, que trouxe a vida ao seio de Maria, santifique essas oferendas colocadas sobre o vosso altar. Por Cristo, nosso Senhor.

T. Amém.

 

15. ORAÇÃO EUCARÍSTICA II

(Pref. do Advento, II, 408)

P. O Senhor esteja convosco.

T. Ele está no meio de nós.

P. Corações ao alto.

T. O nosso coração está em Deus.

P. Demos graças ao Senhor nosso Deus.

T. É nosso dever e nossa salvação.

P. Na verdade, é justo e necessário, é nosso dever e salvação louvar-vos e bendizer-vos, Senhor, Pai santo, Deus eterno e todo-poderoso, por Cristo, Senhor nosso. Predito por todos os profetas, esperado com amor de mãe pela Virgem Maria, Jesus foi anunciado e mostrado presente no mundo por São João Batista. O próprio Senhor nos dá a alegria de entrarmos agora no seu mistério do seu Natal, para que sua chegada nos encontre vigilantes na oração e celebrando os seus louvores. Por essa razão, agora e sempre, nós nos unimos aos anjos e a todos os santos, cantando (dizendo) a uma só voz:

T. Santo, Santo, Santo…

CP. Na verdade, ó Pai, vós sois santo e fonte de toda santidade.

CC. Santificai, pois, estas oferendas, derramando sobre elas o vosso Espírito, a fim de que se tornem para nós o Corpo V  e o Sangue de Jesus Cristo, vosso Filho e Senhor nosso.

T. Santificai nossa oferenda, ó Senhor!

Estando para ser entregue e abraçando livremente a paixão, ele tomou o pão, deu graças e o partiu e deu a seus discípulos, dizendo:

TOMAI, TODOS, E COMEI: ISTO É O MEU CORPO, QUE SERÁ ENTREGUE POR VÓS.

Do mesmo modo, ao fim da ceia, ele tomou o cálice em suas mãos, deu graças novamente, e o deu a seus discípulos, dizendo:

TOMAI, TODOS, E BEBEI: ESTE É O CÁLICE DO MEU SANGUE, O SANGUE DA NOVA E ETERNA ALIANÇA, QUE SERÁ DERRAMADO POR VÓS E POR TODOS, PARA REMISSÃO DOS PECADOS. FAZEI ISTO EM MEMÓRIA DE MIM.

Eis o mistério da fé!

T. Anunciamos, Senhor, a vossa morte e proclamamos a vossa ressurreição. Vinde, Senhor Jesus!

CC. Celebrando, pois, a memória da morte e ressurreição do vosso Filho, nós vos oferecemos, ó Pai, o pão da vida e o cálice da salvação; e vos agradecemos porque nos tornastes dignos de estar aqui na vossa presença e vos servir.

T. Recebei, ó Senhor, a nossa oferta!

E nós vos suplicamos que, participando do Corpo e Sangue de Cristo, sejamos reunidos pelo Espírito Santo num só corpo.

T. Fazei de nós um só corpo e um só espírito!

1C. Lembrai-vos, ó Pai, da vossa Igreja que se faz presente pelo mundo inteiro: que ela cresça na caridade, com o Papa Bento, com o nosso bispo Odilo e todos os ministros do vosso povo.

T. Lembrai-vos, ó Pai da vossa Igreja!

2C. Lembrai-vos também dos nossos irmãos e irmãs que morreram na esperança da ressurreição e de todos os que partiram desta vida: acolhei-os junto a vós na luz da vossa face.

T. Lembrai-vos, ó Pai, dos vossos filhos!

3C. Enfim, nós vos pedimos, tende piedade de todos nós e dai-nos participar da vida eterna, com a Virgem Maria, Mãe de Deus, com os santos Apóstolos e todos os que neste mundo vos serviram, a fim de vos louvarmos e glorificarmos por Jesus Cristo, vosso Filho.

T. Concedei-nos o convívio dos eleitos!

CP ou CC. Por Cristo, com Cristo e em Cristo, a vós, Deus Pai todo-poderoso, na unidade do Espírito Santo, toda a honra e toda a glória, agora e para sempre.

T. Amém.

16. RITO DA COMUNHÃO

P. Obedientes à palavra do Salvador e formados por seu divino ensinamento, ousamos dizer:

T. Pai nosso …

P. Livrai-nos de todos os males…

T. Vosso é o reino, o poder e a glória para sempre.

P. Senhor Jesus Cristo, dissestes…

T. Amém.

P. A paz do Senhor esteja sempre convosco.

T. O amor de Cristo nos uniu.

P. Irmãos e irmãs, saudai-vos em Cristo Jesus.

T. Cordeiro de Deus que tirais o pecado do mundo, tende piedade de nós. / Cordeiro de Deus que tirais o pecado do mundo, tende piedade de nós. / Cordeiro de Deus que tirais o pecado do mundo, dai-nos a paz.

P. Felizes os convidados …

T. Senhor, eu não sou digno(a) de que entreis em minha morada, mas dizei uma palavra e serei salvo(a).

 

17. CANTO DE COMUNHÃO  (CD VIII Fx11)

A minha alma engrandece o Senhor, * meu coração muito se alegrou * em Deus, meu Salvador, * em Deus, meu Salvador!

1. Ele voltou seu olhar * para a pequenez de sua servidora * e todas as gerações * me proclamarão feliz e ditosa!

2. Ele, que é todo poder, * me fez grandes coisas, santo é seu Nome! * Sua bondade se estende * de pais para filhos sobre os que o temem!

3. Ele agiu com braço forte * e os cheios de orgulho ele dispersou! * Botou abaixo os potentes, * humildes, pequenos, ele elevou!

4. Ele enricou os famintos * e os ricos, sem nada, embora mandou! * Ele a seu povo acudiu, * de sua promessa aos pais se lembrou!

5. Ele aliou-se a Abraão * e a seus descendentes, sem fim, também! * Glória ao Pai por seu Filho, * no Espírito Santo, pra sempre, Amém!

 

18. ORAÇÃO APÓS A COMUNHÃO

P. Oremos (silêncio): Ó Deus todo-poderoso, tendo nós recebido o penhor da eterna redenção, fazei que, ao aproximar-se a festa da salvação, nos preparemos com maior empenho para celebrar digna-mente o mistério do vosso Filho. Que vive e reina para sempre.

T. Amém.

 

19. ORAÇÃO AO NOSSO PATRONO

T. Ó São Paulo, /Patrono de nossa Arquidiocese, /discípulo e missionário de Jesus Cristo:/ ensina-nos a acolher a Palavra de Deus / e abre nossos olhos à verdade do Evangelho./ Conduze-nos ao encontro com Jesus, / contagia-nos com a fé que te animou/ e infunde em nós coragem e ardor missionário, / para testemunharmos a todos / que Deus habita esta Cidade imensa /e tem amor pelo seu povo! /Intercede por nós e pela Igreja de São Paulo, / ó santo apóstolo de Jesus Cristo!

Amém

20. BÊNÇÃO E DESPEDIDA: (MR, p. 519)

P. O Senhor esteja convosco.

T. Ele está no meio de nós.

P. Que o Deus onipotente e misericordioso vos ilumine com o Advento do seu Filho, em cuja vinda credes e cuja volta esperais, e derrame sobre vós as suas bênçãos.

T. Amém.

P. Que durante esta vida ele vos torne firmes na fé, alegres na esperança, solícitos na caridade.

T. Amém.

P. Alegrando-vos agora pela vinda do Salvador feito homem, sejais recompensados com a vida eterna, quando vier de novo em sua glória.

T. Amém.

P. Abençoe-vos Deus todo-poderoso, Pai e Filho V e Espírito Santo.

T. Amém.

P. Ide em paz e o Senhor vos acompanhe.

T. Graças a Deus.

21. CANTO FINAL  (CO 30)

Oh! Vem, Senhor, não tardes mais, * vem saciar nossa sede de paz!

1. Oh! Vem, como chega a brisa do vento, * trazendo aos pobres justiça e bom tempo!

2. Oh! Vem, como chega a chuva no chão, * trazendo fartura de vida e de pão!

3. Oh! Vem, como chega a luz que faltou: * só tua palavra nos salva, Senhor!

4. Oh! Vem, como chega a carta querida, * bendito carteiro do reino da vida!

5. Oh! Vem, como chega o filho esperado; * caminha conosco, Jesus bem-amado!

6. Oh! Vem, como chega o libertador: * das mãos do inimigo, nos salva, Senhor!

 

 

NOVENA DE NATAL

De 16 a 24 de dezembro,
celebra-se a novena  em preparação ao Natal de Jesus.

Participe em sua Paróquia ou comunidade.

 

VOCÊ JÁ EXPÔS O PRESÉPIO DE CRISTO EM SEU LAR?

É UMA DAS FORMAS MAIS BELAS QUE

A TRADIÇÃO CATÓLICA PRESERVA EM FAMÍLIA PARA CELEBRAR QUE DEUS SE FEZ CARNE

E HABITOU ENTRE NÓS.

 

Músicas:   • CD Litúrgico VI  e VIII- Ed. Paulus • Cantos e Orações – Ed. Vozes • Hinário Litúrgico 1 CNBB

 

LEITURAS DA SEMANA: de  19 a 25 de Dezembro de  2011

 

l2ª-: Jz 13, 2-7.24-25ª; Sl 70 (71), 3-4ª. 5-6ªb. 16-17 (R/. cf. 8a); Lc 1, 5-25

l3ª-: Is 7, 10-14; Sl 23 (24), 1-2. 3-4ªb. 5-6 (R/. cf. 7c e 10b); Lc 1, 26-38

l4ª-: Ct 2, 8-14 ou Sf 3, 14-18ª; Sl 32 (33), 2-3. 11-12. 20-21 (R/. 1a e 3ª); Lc 1, 39-45

l5ª-: 1Sm 1, 24-28; Cant.: 1Sm 2, 1. 4-5. 6-7. 8abcd (R/. 1a); Lc 1, 46-56

l6ª-: Ml 3, 1-4.23-24; Sl 24(25), 4-5ªb. 8-9. 10 e 14 (R/. Lc 21,28); Lc 1, 57-66

lSáb-: VIGÍLIA DE NATAL (NOITE)Is 9, 1-6; Sl 95 (96), 1-2a. 2b-3. 11-12. 13 (R/. Lc 2, 11); Tt 2, 11-14; Lc 2, 1-14

Retirado:http://www.arquidiocesedesaopaulo.org.br/?q=node/163

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: